Mesa Redonda: E-Learning e Novas Tecnologias

Home / Notícias / Mesa Redonda: E-Learning e Novas Tecnologias

sandrabrito

Moderadora:
Sandra Brito Pereira, Head of Global Learning
JERÓNIMO MARTINS

A arte de formar, ensinar e transmitir conhecimentos tem sido o garante do desenvolvimento da espécie humana e da sua sustentabilidade ao longo dos tempos. Os tempos mudam e as técnicas e metodologias que suportam a partilha de ensinamentos também. Sabemos que hoje em dia as melhores práticas se encontram em organizações que sabem combinar de forma integrada e até disruptiva variadas formas alternativas de impactar nos outros mensagens transformadoras de comportamentos, atitudes e práticas consideradas determinantes para o sucesso das mesmas. Neste contexto, o grande desafio é utilizar as metodologias mais adequadas – tradicionais, tecnológicas, digitais ou lúdicas – nos momentos mais relevantes – antes, durante e depois dos programas de formação – para os públicos-alvo mais sensíveis ás mesmas – traditionalists, baby boomers, generation X, generation Y e generation Z.

Entrevista aos oradores:

1. Como é que na sua empresa integram as novas tecnologias na formação dos colaboradores?

2. Quais são as soluções com que obtêm melhores resultados?

3. Como é que encara as possibilidades oferecidas pelas novas soluções tecnológicas?

 

tarcisioPontes

Orador: Tarcísio Pontes. Responsável

de Formação MILLENNIUM BCP

1. O Millennium bcp sempre soube valorizar o investimento em tecnologias de informação nas diferentes vertentes do negócio. Sendo a formação dos colaboradores fundamental para que os objetivos de negócio sejam alcançados de forma distintiva, o banco soube também procurar sempre as melhores ferramentas para assegurar o desenvolvimento permanente dos seus colaboradores, um processo desafiante numa atividade que se carateriza pela dispersão geográfica. Prova disso é que fomos o primeiro banco em Portugal a disponibilizar aos seus colaboradores a plataforma da CornerStone para aprendizagem à distância. Atualmente, a direção de recursos humanos continua a investir em tecnologia, sobretudo na automatização de tarefas operativas, permitindo aos gestores de formação dedicar mais tempo à identificação das necessidades e produção de conteúdos adequados aos formandos.

2. Numa organização que assenta numa rede de distribuição física, como é o caso da rede de sucursais do Millennium bcp, a aprendizagem à distância continua a ser um método eficaz para disseminar conhecimento, sobretudo em domínios técnicos e legais, de uma forma eficaz e eficiente. Temos registos de impacto operacional e de negócio muito relevantes em muitos dos e-learnings que lançámos, mas isso só é possível com uma utilização correta dos recursos tecnológicos ao dispor. Uma formação com suporte em avançados meios tecnológicos sem adequação pedagógica não produz resultados. Ambas devem existir em equilíbrio.

3. O Millennium bcp é um banco inovador, por isso existe uma grande abertura à adoção de novas tecnologias. Por exemplo, estamos em testes para realizar formações à distância por videoconferência para apoiar públicos específicos de uma forma absolutamente personalizada.

 

anaLucia

Oradora: Ana Lúcia Pereira, Responsável de Gestão
Estratégica de Pessoas CP COMBOIOS DE PORTUGAL

1. Na CP temos duas abordagens distintas, a aprendizagem da utilização de novos equipamento/software para o desempenho das funções dos colaboradores, contribuindo para reforçar as competências técnicas e a formação com recurso ao e-learning, que é um novo paradigma e uma realidade recente na CP e, que tem vindo a ser utilizado num número cada vez maior de ações de formação.

2. São aquelas em que é possível a complementaridade das metodologias, permitindo a participação ativa do formando. A nossa experiência revela-nos que o recurso ao e-learning, complementado por sessões presenciais, nas quais o formando pode, para além de fazer um balanço da aprendizagem, dar o seu contributo para a introdução de melhorias futuras, traduz-se em melhores resultados para o negócio.

3. As possibilidades oferecidas pelas novas soluções tecnológicas continuarão a mudar o paradigma da formação, afigurando-se bastante positivas, pelos benefícios que advêm das mesmas, que se traduzem, nomeadamente, no foco do formando e no seu ritmo de trabalho, na flexibilidade de local e de horário para fazer a formação e na redução de custos com a formação, com consequências na melhoria da produtividade e nos resultados das organizações.

Related Posts

Leave a Comment