Mesa Redonda: Liderança e Managers

Home / Notícias / Mesa Redonda: Liderança e Managers

nunoOliveira

Moderador: Nuno Oliveira
Head of HR Portugal ZURICH

Nos últimos anos temos assistido a uma mudança significativa do papel que os managers desempenham na consecução da estratégia e resultado das empresas, nas quais as estruturas se têm vindo a tornar cada vez mais horizontais e com impacto ao nível da responsabilidade e autonomia. No atual contexto e num fórum desta natureza, é impossível não abordar o papel daqueles em quem recai a responsabilidade de desenvolver, monitorizar, alinhar e avaliar o contributo individual tendo em conta os objetivos coletivos. Tal como as pessoas, a sobrevivência das organizações depende da sua capacidade de mudança evolutiva e adaptação. Quando proferimos estas palavras, a relevância do papel dos managers parece-nos tão óbvia que, muitas vezes, acaba por não merecer um plano de atuação e desenvolvimento específico. Enquanto gestores de recursos humanos, os managers necessitam de novos modelos de liderança mais colaborativos, mais sociais e mais inovadores, sem perder a sua capacidade de focalização e, principalmente, de concretização.

1. O que é para si um bom líder?

2. Que qualidades são para si as mais importantes e que devem desenvolver-se no líder?

3. Como trabalham o desenvolvimento de líderes na sua empresa ?

pedroRaposo

Orador: Pedro Miguel Raposo
Diretor de RH, BANCO DE PORTUGAL

1. Um bom líder é aquele que consegue que as suas equipas sejam algo muito maior que a soma dos talentos individuais de cada
membro. É alguém que consegue fazer cumprir o ditado “ Não há pessoas perfeitas mas uma equipa pode sê-lo”.

2. A melhor forma de representar o que sinto é definir o Líder como aquele que fala da mesma forma ao Presidente da Empresa e à Senhora da limpeza. O líder é adaptável aos públicos-alvo, respeitado tecnicamente sem ser um especialista e aquele que está atento às necessidades da sua equipa. Não pode nem deve ser um Pai ou uma Mãe.

3. Da forma clássica: definem-se perfis de liderança e depois constroem-se Assessments para medir e testar com mais objetividade essas competências. Após esse mapeamento de potenciais líderes, desenham-se planos de formação específicos para o desenvolvimento pessoal dessas competências num período de tempo razoável.

raulCardoso

Orador: Raul Cardoso, Diretor Desenvolvimento
de Recursos Humanos, TRANQUILIDADE

1. Para além de competências de gestão, que assegurem o planeamento e o uso adequado dos recursos, um bom líder deve ter uma visão articulada que lhe permita propor soluções mais eficazes e corporizar em si uma nova confiança e maiores expectativas. Deve igualmente contribuir para que cada colaborador identifique e materialize o seu potencial, promovendo o desenvolvimento efetivo da equipa e de cada um dos seus elementos.

2. Integridade, visão, ownership, capacidade de gestão, de mobilização e de desenvolvimento.

3. Formando, dando autonomia e responsabilizando. Lançando desafios que estimulam o desenvolvimento e criando condições efetivas, para que os Responsáveis de Equipa tenham de exercer (e possam exercer) uma liderança de “banda larga” como a referida na resposta à primeira pergunta.

 

Related Posts

Leave a Comment